Uma Igreja de portas abertas


 19/11/2017 - Escrito para o Correio da Paraíba

A Arquidiocese da Paraíba esteve reunida nos últimos dias 14 e 15 para a realização de sua Assembleia Anual. Foram momentos intensos de oração, de avaliação e de planejamento. Colocamo-nos diante da retumbante chamada do Papa Francisco a nos convocar para o estilo missionário de uma Igreja de portas abertas. A nossa pertença ao Corpo de Cristo na história dos homens e mulheres deste tempo passa, necessariamente, pelas escolhas efetivas vindouras do nosso Batismo. Abrir as portas da Igreja significa abrir nossa existência a Deus e aos nossos irmãos, significa ainda propor a misericórdia de Deus nas nossas relações fraternas.

O Evangelho da Misericórdia de Jesus a todo tempo coloca-nos diante dos dramas e alegrias da humanidade. Não podemos ser indiferentes aos sofrimentos do mundo moderno. Cabe à Igreja colocar-se a serviço, pôr-se como a via do coração de Deus que alcança o coração da humanidade. O serviço da Igreja passa por ações misericordiosas que devem impactar a sociedade. Não podemos contentar-nos ao lugar da religião como realidade privada. Não! A missão da Boa Nova de Jesus deve chegar a todos os confins da terra; e somos convictos disso porque não apresentamos ideias ou pensamentos interessantes, mas oferecemos a Pessoa de Jesus Cristo. Somente e a partir dEle a Igreja tem credibilidade de ir ao encontro de todos os homens e mulheres, e não importa se o mundo moderno perfila-se no secularismo. Deus, que não é uma experiência privada, sacia a sede de todos os homens.

Como superar os desafios que, pertinentemente, buscam colocar Deus para fora? O que a Igreja da Paraíba quer oferecer as suas gerações futuras? Esses questionamentos permearam os trabalhos e reflexões da referida Assembleia, e são questionamentos importantes e que devem ser respondidos a partir do chão histórico da nossa Arquidiocese centenária. O testemunho dos discípulos e missionários, quando vivido com compromisso, vai colocando Deus novamente para o centro das decisões. Tal testemunho fala da Pessoa de Jesus e nos convoca a alargar o coração para o acolhimento de todos, principalmente dos mais sofredores. Queremos, como Igreja de Jesus Cristo presente na Arquidiocese da Paraíba, dar de graça o que de graça recebemos, e recebemos Jesus Cristo. Queremos oferecer às gerações futuras uma Igreja Missionária e Misericordiosa, uma Igreja que não negocia com a cultura de morte. Eis o que efetivamente desejamos ser: uma Igreja de portas abertas porque muito foi amada por Deus!


Dom Manoel Delson
Arcebispo Metropolitano da Paraíba

  •  Endereço: Palácio do Carmo - Praça Dom Adauto, s/n
    Centro - João Pessoa (PB)
  •  Fone:(83) 3133-1000
  •  E-mail: curia@arquidiocesepb.org.br
Twitter

© Mitra Arquidiocesana da Paraíba – Todos os direitos reservados